fbpx
skip to Main Content
47 9.8831-8174 contato@sidneidasilveira.com.br

”A Hipnose moderna é o maior avanço da Psiquiatria.” Declaração da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

A hipnose está expandindo horizontes e ampliando seu uso em muitas áreas do conhecimento, e muito embora existem registros do uso da hipnose desde a civilização Xamânica no país da Austrália há mais de 40 mil anos antes de Cristo.

No entanto, foi por volta de 1700 (Franz Anton Mesmer) teve os registros de uso para a saúde

Em 1842 James Braid iniciou a hipnose científica

James Esdaile (1808-1868), utilizou, como cirurgião, o sonambulismo magnético (hipnoanalgesia) para realizar aproximadamente 3.000 (três mil) cirurgias sem a necessidade de anestésicos químicos

Muito embora a hipnose seja utilizada de forma reconhecida, pela medicina fazem a mais de 200 anos, no Brasil não faz tanto tempo assim, e felizmente o uso da hipnose no Brasil tem crescido de forma expressiva, assim como a busca por hipnoterapias, cursos e apresentações hipnóticas.

 

Conselho Federal de Psicologia reconhece hipnose como terapia auxiliar

 

A hipnose é regulamentada?

Sim! Vários conselhos federais possuem em seus códigos de conduta e normas de procedimento definições para a utilização da hipnose. Confira abaixo o que dizem alguns Conselhos:

Conselho Federal de Odontologia

  • No Capítulo IV da Hipnose, artigo 19, lê-se: “A Hipnose é uma prática dotada de métodos e técnicas que propiciam aumento da eficácia terapêutica em todas as especialidades da Odontologia, não necessita de recursos adicionais como medicamentos ou instrumentos e pode ser empregada no ambiente clínico.”

Foto de Conselho Federal de Psicologia
Conselho Federal de Psicologia
  • Na Resolução N° 013/00, o CFP aprova a hipnose como recurso auxiliar para o psicólogo tendo em vista “o valor histórico da utilização da Hipnose como técnica de recurso auxiliar no trabalho do psicólogo e; considerando que a Hipnose é reconhecida na área de saúde, como um recurso técnico capaz de contribuir nas resoluções de problemas físicos e psicológicos.”

Foto de Conselho Federal de Medicina
Conselho Federal de Medicina
  • O parecer de nº 42/1999 sobre a regulamentação da hipnose em medicina determina que “a hipnose é reconhecida como valiosa prática médica, subsidiária de diagnóstico ou de tratamento, devendo ser exercida por profissionais devidamente qualificados e sob rigorosos critérios éticos.”

Back To Top